8 soluções tecnológicas que serão realidade na educação corporativa em 2020

Principais tendências incluem plataformas de experiência de aprendizagem, micro e mobile learning, gamification e big data

Plataformas de cursos que funcionam no modelo Netflix; conteúdos curtos e possíveis de serem acessados a qualquer hora e de qualquer lugar; aprendizagem por meio da mecânica de jogos e chatbots disponíveis 24 horas para tirar dúvidas. Essas soluções tecnológicas estão entre as principais tendências em educação corporativa para 2020, de acordo com Luiz Alberto Ferla, fundador e CEO do DOT digital group, empresa que tem 23 anos de expertise em educação digital.

Em meio a um cenário de desafios na melhoria da qualificação e retenção de profissionais e no aumento da produtividade, a educação corporativa tem sido uma solução cada vez mais adotada pelas empresas, dos mais diversos portes. Algumas tecnologias têm se destacado nessas jornadas de aprendizagem, por aumentarem a efetividade desse investimento.

“As tendências para o próximo ano apontam para grandes perspectivas do futuro da educação corporativa. As tecnologias dão autonomia para o colaborador criar a sua própria jornada de aprendizagem e possibilitam a adaptação dessa trilha às necessidades específicas de cada colaborador, mesmo quando uma mesma solução é compartilhada por muitos colaboradores da empresa”, ressalta Ferla.  

Confira as ferramentas que estarão em evidência em 2020 e como podem ser usadas para melhorar resultados.

1.Plataformas de Experiência de Aprendizagem,  LXP

O que é:  no melhor estilo Netflix, a plataforma faz recomendações de cursos orientadas por inteligência artificial e machine learning – levando em conta históricos de treinamento, perfil e interesses de cada colaborador. Dessa forma, a ferramenta possibilita à empresa personalizar a educação de seus funcionários.

Atrativo: Seu maior atrativo é permitir que o próprio colaborador decida quais cursos realizar e de que forma. 

Por que usar LXP: Sua dinâmica e interface são inspiradas em plataformas de streaming de lazer que já fazem parte do dia a dia do colaborador, o que torna o uso familiar e intuitivo e aumenta o engajamento. Pode abranger qualquer forma de conteúdo (vídeos, podcasts, artigos, conteúdos de microlearning, entre outros).

2 e 3. Microlearning e mobile learning 

O que são: microlearning é uma solução educativa cuja principal característica é dividir o conteúdo a ser aprendido em pequenas doses, para que seja assimilado rapidamente e com frequência. Já o mobile learning é a possibilidade de acessar o curso no trabalho, em casa, em trânsito, ou em qualquer outro lugar.

Atrativo:  permite ao profissional conciliar o treinamento com a rotina de trabalho.

Por que adotá-las: são soluções mais ágeis e flexíveis para atender a um profissional que quer aprender no momento em que desejar ou tiver disponibilidade. Ambas descomplicam a aprendizagem, tornando o conteúdo menos intimidador. 

4.Gamification

O que é: é o uso do design e da mecânica de jogos para enriquecer conteúdos educativos. 

Atrativo: trabalhadores sentem-se mais produtivos e mais motivados por meio de gamificação.

Por que adotar:  ferramentas de gamification aumentam o engajamento, a produtividade e a  sensação de pertencimento e propósito no trabalho.

5.Big data

O que é: de forma geral, big data refere-se ao grande volume de dados gerados diariamente por diferentes negócios e que podem ser analisados para obter informações estratégicas para as empresas. 

Atrativo:  as empresas nunca tiveram tantos dados à sua disposição, como agora. 

Por que adotá-la: esses dados, gerados diariamente por diferentes negócios, podem ser usados para treinar os funcionários de acordo com as necessidades dos clientes e, assim, melhorar o atendimento. E também para aprimorar o próprio treinamento, a partir da revelação de padrões de comportamento dos funcionários. 

6 e 7. Realidade virtual (RV) e realidade aumentada (RA)

O que são: a realidade aumentada é a integração de elementos ou informações virtuais no mundo real. Já a realidade virtual é uma tecnologia de interface capaz de enganar os sentidos de um usuário por meio de um ambiente virtual, criado a partir de um sistema computacional. Atrativo: simulam situações de trabalho reais para que os colaboradores aprendam na prática, reduzindo riscos de acidentes e minimizando gastos com os treinamento.

Por que adotá-las: Ambas, quando incorporadas a treinamentos, reduzem a distração e melhoram a retenção do conteúdo porque permitem que se aprenda fazendo. 

8.BOTS

O que é: os bots são uma aplicação de software concebida para simular ações humanas repetidas vezes de maneira padrão, da mesma forma como faria um robô. Na educação corporativa, seu uso se dá basicamente na forma de chatbots – robôs de conversas que  podem atuar como assistentes virtuais e permitem que empresas conversem com seus clientes 24 horas por dia, sete dias por semana.

Atrativo: Apesar de não serem exatamente uma novidade, eles ganham destaque por estarem mais espertos do que nunca, fazendo  uso de inteligência artifical e machine learning.

Por que usá-los:  a ferramenta pode dar suporte aos treinadores esclarecendo dúvidas, atuando como tutor e dando feedbacks a qualquer dia e horário. 

Confira o nosso novo ebook, clique aqui.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

Por que é preciso fazer um diagnóstico antes de comprar soluções de educação corporativa?

Especialista explica em webinar  que a escolha da estratégia mais adequada para engajar colaboradores em treinamentos requer conhecimento do público.

“A adesão é baixa, muitos colaboradores nem iniciam o curso, outros começam e abandonam. No fim, se gasta duas vezes, primeiro pela ferramenta e depois pelo tempo que o colaborador perdeu de trabalho fazendo um treinamento sem conclusão.” Se você se identificou com essa reclamação, saiba que não está sozinho. Ela já foi ouvida muitas vezes por Simone Carminatti, consultora educacional do DOT digital group, referência em EdTech. Para a especialista, a ineficiência de projetos de educação corporativa é resultado de falta de planejamento e, principalmente, da aplicação de um diagnóstico educacional.

“Diagnosticar é conhecer o cenário da empresa em profundidade a partir de pesquisas com o público-alvo, que podem ser enriquecidas com a análise de documentos já existentes e com o entendimento das percepções de gestores, influenciadores e outras pessoas que não o público-alvo”, afirma Simone. No próximo dia 5, às 11 horas, ela vai explicar em um webinar na página do DOT no Youtube como o Diagnóstico Educacional e o Estudo de Personas podem contribuir com o sucesso da estratégia educacional das empresas.

Segundo Simone, ambas entregam inteligência de dados para a empresa, resultando em investimentos mais eficientes. “Tanto o Diagnóstico Educacional quanto o Estudo de Personas empoderam a empresa ao dar subsídios para que ela tome decisões assertivas, vendo claramente em que e por que investir”, avalia a especialista. “Mas o maior mérito é fazer com que a empresa não perca tempo e dinheiro investindo em estratégias de capacitação ineficientes”, acrescenta.

Reviralvolta  – Simone conta o caso de um cliente que procurou o DOT decidido a comprar uma determinada solução de educação à distância. Após  a aplicação do Diagnóstico Educacional, se concluiu que o mais adequado era a empresa contratar outra solução que, inclusive, era consideravelmente mais barata do que a empresa estava determinada a desenvolver quando chegou. “Quando o cliente começa pelo diagnóstico, nós dizemos que está no ‘caminho feliz’. Esse cliente que veio decidido a comprar uma solução baseado apenas em percepções superficiais poderia ter feito uma contratação ineficiente para a sua real necessidade. E isso é muito comum, porque dificilmente uma empresa chega nos pedindo um diagnóstico. Nesse caso, nós conseguimos acertar o rumo”, afirma Simone.Um Diagnóstico Educacional precisa responder a uma série de perguntas que precisam ser feitas sobre o público-alvo: qual é a sua forma de aprender, quais são suas preferências por formatos (vídeo, livros, jogos), qual o tempo que você tem disponível para aprender? Essas são apenas algumas questões que estão na pauta de um diagnóstico. As pesquisas vão mostrar muitas vezes que é preciso contratar diferentes soluções de acordo com o público para o qual elas se destinam. O diagnóstico também pode ser complementado com um estudo mais aprofundado de personas, utilizando, inclusive, Data Science.  “Diagnóstico Educacional é investimento: a empresa ganha uma fotografia em tempo real para fazer seu projeto de educação corporativa entregar os melhores resultados possíveis”.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

[Webinar] Gamification na Educação Corporativa

Nosso especialista em Gamification, Alessandro Vieira dos Reis, respondeu as dúvidas mais frequentes sobre Gamification na Educação Corporativa.

Se você não conseguiu acompanhar ao vivo, basta clicar e dar o play.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

Blended Learning: Estratégia Eficaz de Educação Corporativa

Blended Learning, mais conhecido como b-learning, é uma estratégia de educação que integra a modalidade presencial e à distância. O blended Learning mostra-se muito eficaz, pois oferece flexibilidade no processo formativo, permitindo ao aluno consumir conteúdos tanto presencialmente como através de uma plataforma digitall, tirar dúvidas ou até apresentar um projeto.

Muitas pessoas ainda confundem o b-learning com o método de ensino híbrido, apesar de os dois oferecerem uma abordagem on e offline, o b-learning proporciona um objeto educacional que se adapta à rotina do aluno.

Miguel Rosa, Business Developer da DOT|Vantagem+, explica-nos tudo sobre b-learning numa websérie de vídeos! Clique no play e saiba mais!

O que é blended learning?

  Como funciona o blended learning?

 

A expansão do método de ensino no mercado de blended learning

Caso de sucesso em b-learning

Veja o nosso caso de sucesso com o Banco Mundial

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

As 7 megatendências para a educação corporativa em 2019

Transformar culturas não é tão simples assim! E é importante ter essa afirmação muito clara em nossas mentes, ainda mais quando o transformar está relacionado a diferentes pessoas, perfis, comportamentos e tecnologias.

Confira em vídeo 5 das 7 megatendências para a educação corporativa

#1 Gamification

Mais uma vez esta estratégia é uma das grandes tendências para a educação corporativa em 2019. E Game Thinking, vc já ouviu falar? Dê o play!

Saiba mais no ebook

#2 Big Data

Com tantos dados disponíveis na rede, não é de se surpreender que uma tecnologia que analise toda essa informação e ofereça insights estratégicos também esteja em franco crescimento. Poder conhecer o comportamento do colaborador em relação ao treinamento, identificar seus pontos de dificuldade e personalizar as ofertas é uma grande forma de oferecer a melhor estratégia de capacitação.

Saiba mais no ebook

#3 Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial na educação se dá na análise de dados e na identificação de padrões, tornando o processo de aprender cada vez mais personalizado e autônomo.

Saiba mais no ebook

#4  Realidade Aumentada e Realidade Virtual

O foco está na experiência do usuário! Poder executar tarefas e tomar decisões de forma mais assertiva e segura são vantagens que só a RA e RV podem oferecer.


Saiba mais no ebook

#5 Video Learning

Grande ferramenta de educação, o vídeo coloca especialista e aluno frente a frente. Isso favorece o aprendizado, a transmissão de conteúdo torna-se ágil e a linguagem visual facilita a compreensão.

Para conferir todas as megatendências para a educação corporativa basta baixar nosso ebook agora mesmo.

QUERO BAIXAR O EBOOK

Ainda ficou com dúvidas? Nossa equipe poderá te ajudar, CLIQUE AQUI e entre em contato.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

5 insights sobre educação corporativa para inovar em 2019

2019 está batendo à porta: como você receberá o ano novo? Esteja preparado para aplicar a melhor estratégia de educação corporativa para o seu negócio e potencializar os resultados! Como? Confira 5 insights que poderão contribuir para o desenvolvimento do seu planejamento. Quem sabe aqui você não encontra a peça que faltava para completar esse quebra-cabeças.

1- Gamification

Gamification é a tendência número 1 para educação corporativa em 2019. Estudos indicam que essa é a tecnologia que os profissionais de RH e educação vão investir com mais força até 2020.

Quais as vantagens de usá-las em sua estratégia?

  • Aumenta o engajamento, a determinação e a produtividade;
  • Facilita o atingimento de metas e objetivos;
  • Torna a capacitação mais atrativa.

2- Microlearning

Com a atribulação diária de afazeres, temos cada vez menos tempo. Por isso, apostar em microlearning pode ser a saída para otimizar o tempo de seus colaboradores.

O microlearning busca transmitir conteúdos em um curto período de tempo, por meio de pílulas de aprendizagem. Assim, a absorção do conhecimento torna-se mais efetiva e flexível, possibilitando capacitar-se no decorrer do dia de trabalho.

Tire suas principais dúvidas com a nossa Consultora Educacional em vídeos de apenas 40 segundos! Clique aqui.

3- Mobile Learning

Um smartphone: esse é o equipamento necessário para que o profissional estude onde e quando quiser todos os conteúdos. Complemento ideal para o ensino híbrido, que hoje é a base da educação corporativa, fica difícil falar em estratégias de capacitação sem incluir também o mobile.

Força de vendas em campo

Para treinar a força de vendas do seu negócio, muitas vezes pode ser complicado optar por treinamentos presenciais, uma vez que os integrantes da equipe estão sempre em trânsito ou distante da sede da empresa. A educação mobile pode ser a solução.

4- Video Learning

Treinamentos em vídeo oferecem ainda maior engajamento, visto que, ao assistir,  o colaborador retém 95% da mensagem, contra 10% ao ler a mesma mensagem, e 72% das pessoas preferem vídeo a texto, quando ambos estão disponíveis na mesma página.

Tem mais benefícios:

  • Favorece o aprendizado com especialistas;
  • A transmissão de conteúdo é mais ágil se comparada ao texto;
  • A linguagem visual facilita a compreensão.

5- Experiências imersivas

Uma das grandes dificuldades das empresas é contar com toda a infraestrutura segura necessária para capacitação. Além de dispendiosos, muitos materiais são difíceis de transportar, impossibilitando que o mesmo conteúdo ganhe escala territorial. Alguns temas demandam, ainda, materiais específicos de difícil acesso, mas a tecnologia pode ajudar. Realidade virtual e realidade aumentada podem ser a solução.

Como benefícios, podemos citar:

  • Foco na execução de tarefas  e tomada de decisões;
  • Observação detalhada de elementos projetados digitalmente;
  • Educação com baixo custo  de execução;
  • O mesmo treinamento pode ser aplicado em diferentes lugares.

Saiba mais sobre como a RV e a RA podem transformar a educação corporativa. Baixe o ebook.

Pronto para inovar e aperfeiçoar sua estratégia para o próximo ano? Confira detalhadamente cada tendência citada acima  – e muito mais – em nosso ebook As 7 megatendências para educação corporativa em 2019.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT

[Videocase] TIVIT investe em Realidade Aumentada para capacitar força de vendas

A necessidade de oferecer um conteúdo mais atrativo e que envolva os profissionais da equipa de vendas levou a TIVIT, líder em serviços integrados de tecnologia na América Latina, a investir em tecnologias como a realidade aumentada para capacitar a sua força de vendas.

“Nosso programa de desenvolvimento vem apoiar o negócio nos desafios da empresa para que a gente possa continuar gerando negócio, trazendo valor para a companhia”.

Veja o depoimento da Talita Aguiar, Supervisora de desenvolvimento organizacional TIVIT, sobre este case DOT digital group.

Receba Conteúdos!

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos produzidos pelo DOT